MOSTRA ESPECIAL | CURADORIA POR ANTI RIBEIRO

• COSMOPOÉTICAS DO (IN)VISÍVEL #1 •

Ouvem-se estrelas nos confins de Sonora

Fartura.jpg
CEARÁ, 2020, 3'

FARTURA

-

de Kulumym-Açu

Terceira videoarte da série “MANGUESERTÃO – deslocamento entre a Bacia do Rio Siará e o Vale do Acaraú sobralense”, esta é uma estória sobre a chegança do inverno sob nosso território e a consequente abundância do ciclo das águas da fauna-flora visível-invisível no Sertão de Sobral (CE).

Trava-Minguante.jpg
RIO DE JANEIRO/RIO GRANDE DO NORTE, 2020, 7'

TRAVA MINGUANTE, TRAVA CRESCENTE

-

de nica buri

Numa noite meio tempestuosa, eu tive cólicas. Chorava muito nos últimos dias e a barriga começou a pesar. Recapitulava o que tinha em cima dela. Lembrava de minha mãe, de todos os meninos que amei, de todas as feridas e cirurgias que já tive que passar. Sonhei com cobras e touros. Naquela noite chuvosa eu escrevi um texto como um desejo de transmutação. Gerei esse texto e misturei com tudo de bom e de podre que tinha na minha barriga. Pari quando chegou a primavera.

Compito.jpg
SÃO PAULO, 2021, 3'

CÔMPITO

-

de Paulete Lindacelva

A travestilidade/desobediência de gênero como um lugar de encanto, um lugar de possibilidades.

Deep-Down-Tidal.jpg
ÁFRICA DO SUL, 2017, 18'

DEEP DOWN TIDAL

NAS PROFUNDEZAS DA MARÉ

de Tabita Rezaire

Nas Profundezas da Maré (Deep Down Tidal) escava o poder da água como uma interface condutora para a comunicação. De cabos submarinos a cidades submersas, corpos afogados, histórias ocultas de navegação e transmissões de sinais sagrados, o oceano é o lar de um complexo conjunto de redes de comunicação. Conforme as modernas tecnologias de informação e comunicação se tornam onipresentes em nossas realidades industrializadas, precisamos urgentemente compreender as forças culturais, políticas e ambientais que as moldaram.

Ficções-Sonicas.jpg
SÃO PAULO, 2020, 19'

FICÇÕES SÔNICAS

-

de Grace Passô

Ficções Sônicas é uma imaginação sonora da peça radiofônica Pra dar um fim no Juízo de Deus, de Antonin Artaud, mergulhada na noção de não-lugar de experiências diaspóricas. Disparada pelo termo desenvolvido pelo escritor Kodwo Eshun, a obra reúne os músicos Barulhista, Maurício Badé e Thelmo Cristovam em faixas musicais distintas, dialogando com a voz de Passô. “É um fazer vibrar o futuro nesse texto antigo que sempre teve o futuro em si. É uma evocação de palavras resistentes à automação da sensibilidade. É um encontro entre aliens.”

MOSTRA ESPECIAL | COSMOPOÉTICAS DO (IN)VISÍVEL #1
COSMO 1 | 49' | 16 ANOS

EXIBIÇÃO ON-LINE

05 de novembro (20h); a 07 de novembro (20h)
cineHumbertoMauro/MAIS

EXIBIÇÃO PRESENCIAL

06 de novembro (20h)
Cine Humberto Mauro - Palácio das Artes

A distribuição dos ingressos se inicia sempre às 12h na bilheteria do Cine Humberto Mauro. É permitida a retirada dos ingressos para todas as sessões do dia, limitado a um ingresso por pessoa/sessão.

PROGRAMA #2
70' | LIVRE
PROGRAMA #3
99' | 12 ANOS
PROGRAMA #4
58' | LIVRE
PROGRAMA #5
71' | LIVRE