top of page
24FestCurtasBH_Capa_Oficial

EXPOSIÇÃO 

PARA SONHAR IMAGENS DE TRANSFORMAÇÃO

artista: Efe Godoy

curadoria: Matheus Antunes

período: 14 de outubro a 27 de novembro, 2022

local: Espaço Mari'Stella Tristão - Palácio das Artes

Sonhar é um modo de ocupar. Se, num passado não muito distante, estávamos aqui neste bloco de espaço, concebendo e desenhando outros modos de experienciar o universo que nos rodeia – entre nós e, também, em conjunto com quem nos vê/lê – neste ano, retomamos este mesmo ambiente, agora com um novo propósito:

Sonhar. Um sonho que (se) manifesta (em) um ser. E que (ou ainda, quando), em diálogo com você que aqui nos vê, deixa de ser apenas um sonho e se torna um convite a fabular.

Para Sonhar Imagens de Transformação integra a programação do 24º FestCurtasBH, trazendo mais de 140 obras de Efe Godoy. Este intenso e extenso trabalho é um convite coletivo para sonhar e refletir a programação deste ano, em todas as suas mais diversas instâncias e expressões da ideia e desejo de sonhar.

O sonho com um propósito – e que aqui nos detemos ao desejo de nos transformar, deixa de ser apenas uma experiência onírica, e se transforma, inevitavelmente, em um compromisso para transmutar. E é no coletivo que o sonho se concretiza.

 

Matheus Antunes

(curador)

curadoria 

Matheus Antunes

direção e concepção artística
Ana Siqueira

Bruno Hilário

Glaura Cardoso Vale

Matheus Antunes

Vitor Miranda

produtora

Alessandra Veloso

identidade visual

UAUÁ ESTÚDIO

Aruan Mattos

Yasmin Moura

apoio e representação

Celma Albuquerque Galeria de Arte

montadores

Henrique Assis (Celma Albuquerque)

Marlon Colar (Celma Albuquerque)

Thiago Assis (Celma Albuquerque)

Wilton Bernardino (GEAVI - Palácio das Artes)

agradecimentos 

Campo de Heliantos (Residência Artística / Alter do Chão - Brasil), Dani Godoy, Daniel Ferreira, Fernanda Vidigal, Gabrielle Curi, Guilherme Gnomo, Pigmalião Escultura Que Mexe, Rato Alado Filmes, Regina Célis, Ruído Blanco (Residência Artística / Puerto Iguazu - Argentina).

Efe Godoy é artista visual míope, transvestigenere, ELA/DELA, que pesquisa hibridismo em suas variadas linguagens (vídeo, objeto, desenho, pintura, performance) com ênfase em recortes de memórias da infância e fabulações espontâneas. Desenha todo dia. Efe Godoy com 7 anos de idade recebeu uma leitura de mãos que lhe abriu os olhos para perceber que teria uma trajetória artística em curso, desde então soube que iria desenhar seu caminho fora de sua Natural cidade Sete Lagoas/MG, hoje vive e trabalha em Belo Horizonte. Passeou pela Escola Guignard UEMG e continua formação através de vivências em residências no Brasil e exterior. Algumas dessas vivências transformadoras se deram nos últimos anos, como: Bolsa Pampulha 2015/2016; a residência artística no EAC-Montevideo (Uruguai), em 2018; residência Adelina _SP, 2018; residência HEMIENCUENTRO _ INSTITUTO HEMISPHERIC NY UNIVERSITY, na Cidade do México, 2019; e mostra VERBO de Performance Arte na Galeria Vermelho – SP. Recentemente, em 2022, participou da residência artística RUÍDO BLANCO - Puerto Iguazú – Argentina e da exposição individual  PARA SONHAR IMAGENS DE TRANSFORMAÇÃO, no Espaço Mari’Stella Tristão, do Palácio das Artes, Belo Horizonte/MG, como parte da programação artística do 24ª FestCurtasBH. Representada pela Galeria Celma Albuquerque e indicada ao Prêmio PIPA/2022, ganhou prêmio Mabri – pequenos formatos 2021 – e PRÊMIO SARP – Salão de Arte de Ribeirão Preto em 2020. De uma maneira simples, tenta interferir na vida das pessoas através das redes sociais com a reverberação da palavra afeto.

bottom of page